topo

Postado em 20 de Dezembro de 2019 às 17h15

Mensageiro Seguro 1031

Institucional (74)
Certa Corretora de Seguros e Certificação Digital - Chapecó/SC Ano XIV – 20/12/2019 - Edição 1.031 Publicação Semanal da Certa Administradora e Corretora de Seguros Ltda. Edição: Samara...

Ano XIV – 20/12/2019 - Edição 1.031
Publicação Semanal da Certa Administradora e Corretora de Seguros Ltda.


Edição: Samara Braghini


Leia nesta edição do Mensageiro Seguro

1. O grande axioma da vida.
2. Carros elétricos possuem alto nível de segurança, mostra teste.
3. Dicas para garantir a segurança da sua viagem.
4. Saúde: Por que esquecemos fatos corriqueiros?
5. Orientação segura: Neste Natal...
6. Ação Positiva.

 

O grande axioma da vida

Há uma história muito interessante, chamada "O Tesouro de Bresa", na qual uma pessoa pobre compra um livro com o segredo de um tesouro. Para descobrir o segredo, a pessoa tem que decifrar todos os idiomas escritos no livro. Ao estudar e aprender estes idiomas começam a surgir oportunidades na vida do sujeito, e ele lentamente (de forma segura) começa a prosperar.
Depois ele precisa decifrar os cálculos matemáticos do livro. É obrigado a continuar estudando e se desenvolvendo, e sua prosperidade aumenta. No final da história, não existe tesouro algum - na busca do segredo, a pessoa se desenvolveu tanto que ela mesma passa a ser o tesouro.
O profissional que quiser ter sucesso e prosperidade precisa aprender a trabalhar a si mesmo com muita disciplina e persistência. Vejo com frequência as pessoas dando um duro danado no trabalho, porque foram preguiçosas demais para darem um duro danado em si mesmas. Os piores são os que acham que podem dar duro de vez em quando. Ou que já deram duro e podem se acomodar.
Entenda que o processo de melhoria não acaba nunca. A acomodação é o maior inimigo do sucesso. Por isso dizem que a viagem é mais importante que o destino. O que você é acaba sendo muito mais importante do que o que você tem.
A pergunta importante não é "quanto vou ter?", mas sim "no que vou me transformar?" Não é "quanto vou ganhar?", mas sim "quanto vou aprender?" Pense bem e você notará que tudo o que tem é fruto direto da pessoa que você é hoje. Se você tem o suficiente, ou acha o mundo injusto, talvez esteja na hora de rever esses conceitos.
O porteiro do meu prédio vem logo à mente. É porteiro desde que o conheço. Passa oito horas por dia na sua sala, sentado atrás da mesa. Nunca o peguei lendo um livro. Está sempre assistindo à TV, ou reclamando do governo, do salário, do tempo. É um bom porteiro, mas em todos estes anos poderia ter se desenvolvido e hoje ser muito melhor do que é.
Continua porteiro, sabendo (e fazendo) exatamente as mesmas coisas que sabia (e fazia) dez anos atrás. Aí reclama que o sindicato não negocia um reajuste maior todos os anos.
Nunca consegui fazê-lo entender que as pessoas não merecem ganhar mais só porque o tempo passou. Ou você aprende e melhora, ou merece continuar recebendo exatamente a mesma coisa.
Produz mais, vale mais. Ganha mais. Produz a mesma coisa? Ganha a mesma coisa. É simples. Os rendimentos de uma pessoa raramente excedem seu desenvolvimento pessoal e profissional. Às vezes alguns têm um pouco mais de sorte, mas na média isso é muito raro. É só ver o que acontece com os ganhadores da loteria, astros, atletas. Em poucos anos perdem tudo.
Alguém certa vez comentou que se todo o dinheiro do mundo fosse repartido igualmente, em pouco tempo estaria de volta ao bolso de alguns poucos. Porque a verdade é que é difícil receber mais do que se é. Esse é um axioma da vida: "Para ter mais amanhã, você precisa ser mais do que é hoje". Esse deveria ser o foco da sua atenção.
Não é preciso saltos revolucionários, nem esforços tremendos repentinos. Melhore 1% todos os dias (o conceito "kaizen"), em diversas áreas da sua vida, sem parar. Continue, mesmo que os resultados não sejam imediatos e que aparentemente, superficialmente, pareça que não está melhorando. Porque existe um outro axioma: o de não mudar. Se você não mudar quem você é, você continuará tendo o que sempre teve. Jim Rohn - escritor e palestrante internacional

Carros elétricos possuem alto nível de segurança, mostra teste

Um projeto de pesquisa conjunto realizado pela DEKRA Accident Research e pesquisadores de acidentes de trânsito da Faculdade de Medicina da Universidade de Göttingen, na Alemanha, submeteu um Renault ZOE e três veículos Nissan LEAF a testes de colisão no DEKRA Crash Test Center. Os carros foram batidos em um poste projetado para simular uma variedade de cenários envolvendo colisões com uma árvore. Desta vez, os testes foram conduzidos em velocidade muito superior à que é geralmente aplicada em teste de colisão padrão.
Com os testes de colisão realizados pela organização especializada da DEKRA, os pesquisadores de acidentes concluíram que, em termos de segurança, os veículos elétricos são iguais aos veículos com motor convencional, confirmando o alto nível de segurança oferecido pelos veículos elétricos de produção em série. Em três dos quatro cenários, os especialistas iniciaram uma colisão lateral com o poste — o Renault ZOE a 60 km/h e o Nissan LEAF (série de produção 2010-2017) a 60 e a 75 km/h. Já em um quarto cenário adicional, um Nissan LEAF sofreu uma colisão frontal a 84 km/h.
O pesquisador de acidentes da DEKRA, Markus Egelhaaf, aponta que os padrões de danos dos testes de colisão são comparáveis aos dos veículos com motor convencional. Egelhaaf ressalta que o sistema de alta tensão dos veículos elétricos foi desligado com segurança durante o acidente e, apesar da bateria estar um pouco deformada, nenhum incêndio ocorreu. “As chances de sobreviver a um impacto lateral com uma árvore seriam muito reduzidas nesse tipo de velocidade, mas isso se aplica a todos os carros, independentemente do sistema de direção”, afirma.
Os dois modelos testados atingiram o máximo de cinco estrelas na classificação do programa de segurança automóvel European New Car Assessment Programme (Euro NCAP). Markus Egelhaaf ressalta que os principais fabricantes de veículos elétricos de produção em série chegaram ao mesmo nível de segurança que os carros com motor a combustão. "Nossos testes confirmam que ninguém precisa se sentir menos seguro em um carro elétrico do que em um carro com motor convencional", finaliza o pesquisador de acidentes da DEKRA.
Em resposta a relatos regulares de dificuldades na extinção de baterias acionadas por queima, um novo sistema de extinção — a lança de extinção — estava entre os equipamentos testados. Caso seções da bateria da unidade peguem fogo, os bombeiros podem inserir essa lança diretamente no compartimento da bateria. "Isso significa que o combate a incêndios ocorre dentro da bateria, impedindo que o fogo se espalhe para outras células dela", aponta o pesquisador de acidentes da DEKRA, ressaltando que esse método parece oferecer potencial, mas que são necessárias mais pesquisas para estabelecer o quão eficaz realmente é.
Portanto a conclusão é que pessoas presas dentro de um veículo elétrico podem ser resgatadas usando equipamentos disponíveis para o corpo de bombeiros tão rápido como se estivessem em carros com motor convencional, sem ter os primeiros socorros expostos a qualquer risco elevado. Fonte: Segs

Dicas para garantir a segurança da sua viagem


Viajar para um novo destino é sempre uma aventura e, como toda aventura, oferece alguns riscos. No entanto, há muitas coisas que se pode fazer para ter mais segurança durante as férias. A seguir algumas dicas para que os viajantes possam curtir sem preocupações.
Pesquisar leis e costumes locais: Não é preciso visitar uma vila rural na Ásia ou uma cidade no Oriente Médio para se deparar com diferenças culturais. Mesmo países ocidentais, que podem parecer muito similares ao Brasil, podem ter grandes diferenças de leis e costumes, e é importante estar informado para evitar problemas. Alguns lugares proíbem o consumo de bebidas alcoólicas em vias públicas, outros exigem que se guarde o ticket de metrô mesmo após utilizá-lo, em certos lugares é necessário vestir-se de forma conservadora e assim por diante.
Compartilhar o roteiro: Quando a viagem já estiver planejada, com deslocamentos e hospedagens definidos, é importante manter familiares e amigos a par dessas informações. Isso faz com que pessoas queridas possam acompanhar seus passos e saber onde o turista está, facilitando o contato em caso de emergência.
Garantir um jeito de se comunicar o tempo todo: O roaming internacional pode ser muito caro, mas há outras maneiras de se manter conectado. É possível adquirir um chip local para usar no celular ou comprar um chip internacional, o que significa ter internet em qualquer lugar. Com isso, se for necessário pedir ajuda ou informar algo a familiares, o viajante poderá fazê-lo com agilidade.
Contratar um seguro viagem: Este item é essencial para uma viagem tranquila. O seguro viagem garante atendimento médico em caso de doenças e protege contra imprevistos como extravio de malas e até mesmo coberturas extras, como seguro para notebooks e smartphones em casos de roubo ou furto qualificado.
Planejar chegar durante o dia a novos destinos: O ideal é nunca chegar a uma nova cidade à noite. Durante o dia, é mais tranquilo usar transporte público e andar com malas pelas ruas. À noite, é possível que o único meio de transporte seguro seja um táxi, que sairá mais caro.
Não andar com o passaporte: O passaporte é um documento valioso e, por isso, deve ser mantido em segurança, de preferência dentro do cofre do hotel, para evitar perdas e furtos. No entanto, não se deve andar pelas ruas de um outro país sem documento, então é importante ter outro tipo de documentação com foto, como RG ou CNH, e sempre ter uma cópia do passaporte e uma versão digitalizada do mesmo no celular.
Ser discreto e estar sempre atento: Pequenos golpes com turistas são comuns em diversos países do mundo, principalmente nas atrações mais famosas. Para evitar esse tipo de situação, recomenda-se discrição e atenção. Falar alto em português, carregar bolsas grandes e andar para lá e para cá tentando fazer uma foto perfeita são alguns dos comportamentos que podem chamar a atenção de trombadinhas e golpistas, pois demonstram distração e deixam claro que se trata de um estrangeiro. Também é importante manter-se atento a pessoas desconhecidas que agem de forma incomum e evitar dar informações pessoais, como o local onde o viajante está hospedado. Fonte: Segs

Saúde
Por que esquecemos fatos corriqueiros?

Segundo o Dr. Ivan Okamoto, neurologista do Einstein, esquecer algum fato ou atividade acontece em qualquer idade. “Nós tendemos a prestar mais atenção nisso quando ficamos mais velhos, associando a doenças do envelhecimento, como Alzheimer. Mas episódios de esquecimento acontecem também com as pessoas jovens. Nesses casos, o esquecimento geralmente não é causado por um problema de memória, e sim de atenção”, explica o médico.
O sistema de atenção pode ser alterado pelo uso de medicações, disfunções da tireoide, deficiências de vitaminas, situações de estresse e desequilíbrio no sistema emocional, como nos casos de depressão ou apatia, um estado caracterizado pela falta de interesse pelos acontecimentos.
A memória é dividida em três etapas: a primeira é a aquisição, quando temos contato com um objeto, um fato, uma pessoa ou uma emoção. A atenção é fundamental nesse período, pois é o momento de entrada das informações. A segunda é a consolidação, que ocorre para que as informações sejam armazenadas em nosso cérebro. Depois vem a evocação da memória, o momento em que nos recordamos de uma informação retida em nosso cérebro.
Para manter a atenção e o processo de memória sempre com um bom funcionamento, evite o consumo de álcool e drogas, que interferem diretamente no sistema nervoso. Durma de 6 a 8 horas por dia. Durante o sono ocorre a consolidação da memória, em que o cérebro seleciona as informações que ficarão armazenadas ou não. Exercite seu cérebro com a leitura, a prática de atividades como palavras cruzadas, xadrez, colecionar objetos, e buscar aprender coisas novas, estimulam o sistema nervoso, mantendo o cérebro em atividade e facilitando a retenção de informações.
Faça uma tarefa de cada vez. Para quem tem dificuldade de retenção de informações, concentrar-se em uma atividade por vez facilita a consolidação da memória. Inclua no cardápio alimentos ricos em ômega 3, um tipo de gordura fundamental para o funcionamento cerebral. Essa substância pode ser encontrada em peixes como salmão, sardinha, atum e em alimentos como soja e linhaça.
Medite: além de contribuir para a reduzir o estresse, a prática de meditação interfere nos mecanismos de concentração e atenção, fundamentais para uma boa memória. Faça associações: durante o processo de armazenamento de algo novo que aprendemos/conhecemos, nosso cérebro automaticamente trabalha com a associação de informações. Para quem tem sentido dificuldade em memorizar informações, tentar associar algo logo que é aprendido, auxilia o trabalho do cérebro e garante que menos informações sejam esquecidas.
Praticar trinta minutos de atividade física três vezes por semana pode minimizar o esquecimento. Além de prevenir problemas cardiovasculares, durante os exercícios são liberadas substâncias benéficas ao cérebro que têm efeito de neuroproteção, como as endorfinas.
Anote: organizar o dia e fazer uma lista com as tarefas que precisam ser feitas facilitam a rotina para que nada seja esquecido. Tome bastante água: a falta de líquidos leva à desidratação, favorecendo o cansaço e interferindo no processo de atenção, fundamental para o armazenamento de informações. Fonte: Hospital Albert Einstein

Orientação segura
Neste Natal...

Para falar do Natal, não existem segredos, basta olhar para dentro de nós mesmos. No Natal, estamos propícios a amar mais, ter mais carinhos, ser mais solidários. É o que nos envolve, este Espírito Natalino. Mas vejamos o mundo num foco mais nítido - isso ocorre somente nesta época do ano.
O nascimento de Jesus Cristo tem o poder de causar essa transformação em nós. Época em que surgem milhares de voluntários, pessoas fazendo seus donativos, pessoas se abraçando, trocando calor humano com seus entes queridos. Eu vejo muita gente se engrandecer diante desse espírito, mas eu somente tenho a perguntar: - Por que?
Porque essas coisas só ocorrem no mês de Dezembro? Será um mês sagrado? Será que é tão difícil sermos assim o ano inteiro? Todos os dias de nossas vidas, nós devemos amar uns aos outros, respeitar uns aos outros, sermos solidários. O mundo não funciona somente no Natal, as crianças não necessitam de carinho, apenas no Natal, os necessitados, não passam fome, não sentem frio apenas no Natal. Eu quero olhar o Mundo e poder ver isso todos os dias.
Se Deus me concedesse um desejo, desejaria que nascesse um Jesus Cristo todos os dias. Feliz Natal a todos clientes e amigos!

Ação Positiva

"Gênio é a habilidade de reduzir o que é complicado a algo simples." (C.W. Ceran)

 

Certa Seguros


Av.Getulio Vargas 1403N Sala 201
Ed.Don Ricardo
Centro, Chapecó/SC
certa@certacorretoradeseguros.com.br
(49)3321-1100

Veja também

Mensageiro Seguro 103227/12/19 Ano XIV – 27/12/2019 - Edição 1.032 Publicação Semanal da Certa Administradora e Corretora de Seguros Ltda. Edição: Samara Braghini Leia nesta edição do Mensageiro Seguro 1. Ano Novo, novas atitudes. 2. Problemas causados por ataques cibernéticos. 3. Diferenças entre seguro residencial e de......
Mensageiro Seguro 99309/04/19 Dpvat pagou, em média, 900 indenizações por dia em 2018 Dados da Seguradora Líder indicam que o seguro DPVAT pagou, em 2018, um total de 328.142 indenizações às vítimas de acidentes de......
Mensageiro Seguro 100310/06/19 Brasileiros contratam mais seguros para proteção de pessoas O valor das contratações de seguros para proteção pessoal cresceu 12,8% no primeiro trimestre de 2019, totalizando R$ 9,97 bilhões, montante que......

Voltar para Blog