topo

Postado em 04 de Janeiro às 10h56

Mensageiro Seguro 1033

Certa Corretora de Seguros e Certificação Digital - Chapecó/SC Ano XIV – 03/01/2020 - Edição 1.033 Publicação Semanal da Certa Administradora e Corretora de Seguros Ltda. Edição: Samara...

Ano XIV – 03/01/2020 - Edição 1.033
Publicação Semanal da Certa Administradora e Corretora de Seguros Ltda.


Edição: Samara Braghini


Leia nesta edição do Mensageiro Seguro

1. Qual é a rota certa para o futuro?
2. Mais eficiência na análise e liberação do Seguro DPVAT.
3. Evite vazamento de dados em sua empresa.
4. Saúde: Desculpas para não se exercitar.
5. Orientação segura: Líderes que inspiram.
6. Ação Positiva.

 

Qual é a rota certa para o futuro?

Não sou futurólogo, mas creio que é importante pensar no que encontraremos em nosso caminho nas próximas décadas. Isso, sem dúvida, faz parte da estratégia de negócios de pessoas e empresas, que buscam estar sempre à frente do mercado e, assim facilitar e otimizar a vida de pessoas em todo o planeta.
Nós, que trabalhamos com tecnologia, procuramos entender o que encontraremos no futuro e já nos preparamos para esse cenário. No segmento de gestão de frotas então, esse preparo é constante. A cada dia, novidades surgem no mercado e tornam a atividade ainda mais desafiadora. A conectividade saiu, definitivamente, do papel e está ganhando força nas ruas e estradas brasileiras como nunca vimos antes.
De soluções simples até caminhões inteligentes, a tecnologia precisa vir ao encontro do que as empresas e gestores procuram: reduzir consumo de combustível e gastos com manutenção preventiva e peças. Além, é claro, de proporcionar mais segurança para motoristas e cargas. Portanto, a rota traçada para o futuro deve percorrer as estradas que levam a esses objetivos. Não adianta criar soluções mirabolantes, que não atendam a esses requisitos.
No mercado de gestão de frotas, temos muito que crescer. Nos Estados Unidos, por exemplo, 40% do mais de 140 milhões de veículos comerciais usam sistemas de conectividade, ou seja, telemetria embarcada para monitoramento e coleta de dados. Porém, no Brasil, de sete milhões de veículos de transporte, apenas 8% usam a tecnologia.
O lado bom é que o crescimento será exponencial. Porém, até lá, nosso papel é desenvolver tecnologia adequada ao mercado brasileiro, que é muito peculiar, principalmente em alguns segmentos como transporte público.
Para as próximas décadas, podemos apostar muito na telemetria associada à voz e imagem. Por meio de equipamentos embarcados, é possível alertar motoristas sobre perigos da via, o que aumenta o nível de segurança da viagem. Com câmeras internas e externas, podemos ver o que acontece durante a condução e quais eventos ou comportamentos contribuíram para um acidente ou mesmo infração de trânsito.
Big Data também se tornará primordial, pois o volume de dados coletados por meio da telemetria é enorme. Isso permite identificar diversas oportunidades de melhoria nos processos. Inteligência artificial será cada vez mais presente permitindo ainda mais ação em cima dos dados e, consequentemente, redução do consumo de combustível, otimização das rotas, redução do risco de acidentes, redução da ociosidade da frota, entre outras variáveis fundamentais para quem atua em transporte e logística.
A automação irá permitir que muitas ações repetitivas e complexas serão feitas por robôs, enquanto humanos terão posições mais estratégicas e inteligentes no processo da gestão da frota.
Não podemos deixar de falar da Internet das Coisas, ou seja, sistemas que contribuem trazendo mais dados para a telemetria embarcada que conhecemos hoje. Torcemos para que a infraestrutura adequada seja implementada rapidamente no Brasil, por exemplo, o 5G, possibilitando trazer ainda mais valor nas soluções que entregamos aos clientes hoje.
A chegada dos veículos elétricos é outro fator que mudará o mercado. Claro que até se popularizarem, serão restritos a nichos específicos, mas, com o tempo, farão parte do dia a dia. Creio que isso acontecerá na próxima década. Fonte: Alexandre Fagundes - Segs

Mais eficiência na análise e liberação de pagamentos do Seguro DPVAT

De janeiro a novembro de 2019, a Seguradora Líder analisou e processou o pagamento das indenizações e dos reembolsos do Seguro DPVAT com mais celeridade. Nesses onze meses do ano, houve um crescimento de 14,4% no número de pagamentos em relação ao mesmo período do ano passado. Atualmente, cerca de 60% dos pedidos são analisados e pagos em até 20 dias.
A evolução é resultado da série de medidas implementadas pela Seguradora Líder, como noticiado na edição 112ª edição da newsletter Líder Informa, como a revisão da obrigatoriedade de documentos e a possibilidade de envio de documentos pendentes diretamente pelo site.
Do total de indenizações, a cobertura que apresentou a maior evolução na celeridade dos pagamentos foi a de reembolso de despesas médicas (DAMS), que apresentou um crescimento de 23,2% no número de sinistros finalizados e pagos e teve uma redução média no tempo de pagamento de 34% em relação a janeiro deste ano. A cobertura de invalidez permanente teve evolução de 13,3% no número de sinistros finalizados e pagos, com redução de 44% no tempo médio de pagamento. A cobertura de morte teve 2,8% mais sinistros finalizados, em um tempo 37,9% menor que no início do ano.
O pendenciamento de documentos caiu cerca de 48% no mês de novembro em relação ao mês anterior. Na cobertura de invalidez permanente, o impacto das ações de simplificação foi ainda mais expressivo: 57% dos pedidos foram analisados sem necessidade de solicitação de documentações complementares.
“A missão da Seguradora Líder é garantir que o Seguro DPVAT chegue às vítimas de acidentes de trânsito e seus familiares em todo o Brasil. O nosso foco é o beneficiário e trabalhamos todos os dias pensando em como simplificar processos e aperfeiçoar a jornada dos nossos clientes e os resultados mostram que estamos no caminho certo”, afirma Arthur Fróes, superintendente de Operações da Seguradora Líder. Fonte: Segs

Evite vazamento de dados em sua empresa

Vazamento de Dados se tornou uma enorme dor de cabeça das corporações, depois de escândalos envolvendo Facebook, Netshoes, Banco Inter e entre vários outros. Chegou a hora de buscar entender melhor o ambiente da internet e o mundo digital, que proporcionou possibilidades positivas para o crescimento e evolução do mercado corporativo, mas também trouxe elementos negativos que precisam ser enfrentados.

Segundo um estudo global idealizado pela Ponemon Institute: 77% das empresas analisadas pela pesquisa, foram vítimas de um vazamento de dados no último ano. A principal causa é a perda ou o roubo de equipamentos, seguida por ataques à rede, vulnerabilidades dos dispositivos móveis, Web 2.0 e e-mails enviados para remetentes errados.
A pesquisa, que ouviu cerca de 2,4 mil profissionais da área de segurança da informação de todo o mundo, também constatou que na maioria dos casos (52%), os dados comprometidos envolviam informações dos clientes. Entre os conteúdos mais vulneráveis foram citadas as informações de propriedade intelectual e dados dos funcionários com, respectivamente, 33% e 31% das respostas.
As empresas precisam seguir para entender o ambiente digital a fim de evitar e saber lidar caso seu banco de dados venha ser vítima de um vazamento. Veja dicas de como evitar vazamento de dados no ambiente corporativo:
- Invista em suas Senhas e Firewall > É preciso criar senhas que fujam do óbvio. Escolha combinações de letras maiúsculas e minúsculas, números e símbolos. Usar pelo menos 8 caracteres – evitando dados pessoais, anagramas de palavras comuns, ou usar senhas formadas por letras e símbolos que estão próximos uns dos outros no teclado.
O Firewall é a primeira proteção de uma rede que ajuda a bloquear conteúdos maliciosos sem impedir que ela transmita e receba os dados necessários. Arquivos maliciosos ou sites com URL suspeitos podem ser bloqueados, impedindo que usuários acessem ambientes que coloquem em risco a segurança da rede da sua empresa.
- Antivírus de qualidade e Criptografia > O antivírus é a última linha de defesa e deve ser forte para aguentar qualquer impacto. Opções gratuitas podem ser suficientes para computadores domésticos, mas tornam-se uma opção arriscada para ambientes corporativos. O ideal é investir em programas atualizados com maior frequência.
Utilizar a criptografia pode ser uma das melhores maneiras de evitar invasões e roubos de dados. Ela constrói uma barreira que dificulta a ação dos hackers de maneira efetiva, protegendo os dados de seus clientes.
- Oriente seus funcionários > Os principais ataques a pequenas e médias empresas vêm por meio de phishing, uma técnica fraudulenta que usa e-mails falsos, prometendo promoções incríveis ou conteúdo de caráter sexual. É importante preparar seus colaboradores e que a empresa tenha uma política clara de segurança. Baixe apenas programas em sites oficiais e que tenham protocolos de segurança.
- 4. Faça backups e proteja seu Sistema de Nuvem > Backups são ótimos para garantir que sua empresa não perca dados importantes. Faça backup dos servidores pelo menos uma vez por semana. Não confie em apenas uma mídia para armazenar suas informações. Ter um plano B é essencial – mas ter planos C e D torna seu ambiente ainda mais seguro.
A nuvem é um local propício para interceptação de dados. Por isso é preciso uma proteção eficiente. Se não há um sistema que garanta a segurança dos dados nos servidores virtuais, você estará sujeito. Investir em uma equipe de TI experiente, por exemplo, pode trazer um resultado positivo, já que serão profissionais capazes de criar um sistema seguro na nuvem, evitando que seus servidores sejam violados. Fonte: Ancert

Saúde
Desculpas para não se exercitar

Estar fora de forma ou com dores nas costas não é desculpa para não se exercitar. Aliás, a melhor maneira de entrar em forma e desaparecer com as dores nas costas ou articulares é a atividade física. Obviamente respeite uma progressão adequada às suas condições.
Não adianta querer resolver num dia o que não fez em meses ou anos. Comece devagar, 15 a 20 minutos com moderação e gradativamente aumente a intensidade dentro de um nível tolerável. Busque orientação profissional para melhor auxiliá-lo nas suas progressões. O importante é começar.
Sem exercicios sua forma só vai piorar e, por consequência, as dores. Emagrecer sem ginástica é muito difícil e ainda causa perda de massa muscular, essencial para a sua saúde, vitalidade e longevidade. Fonte: oqueimportana vida.com


Orientação segura
Líderes que inspiram

A liderança é um dos assuntos mais importantes para uma gestão de excelência. Se, em todo o processo não houver um bom líder à frente, não existirá comprometimento. Sem admiração, um líder não consegue influenciar positivamente sua equipe e não tem engajamento para entrega de bons resultados.
Uma empresa repleta de bons líderes tem uma equipe que engaja e faz acontecer, que busca acima de tudo desempenhar um papel diferenciado e literalmente “veste a camisa”. Como consequência, os colaboradores defendem a empresa e buscam o cumprimento das metas da organização.
A liderança “sem status” é uma vertente de extrema importância para o desenvolvimento de indivíduos nas organizações. Segundo Robim Sharma, criador do conceito, as pessoas nascem com uma genialidade e precisam de ajuda para se desenvolver. Para ele, qualquer indivíduo pode ser líder, independente da função que desempenha. Essa capacidade de inspirar e motivar pessoas a atingirem e superarem metas, ultrapassando seus próprios limites, é transformadora.
Outra questão importante, é o fato de que o líder tem que liderar a si mesmo. Parece um pouco óbvio, mas muitas pessoas têm tantas dúvidas e inseguranças pessoais que isso impede o exercício da liderança com maestria. O líder precisa desenvolver uma visão sobre si mesmo, tornar-se apto a descobrir que está apenas reagindo às suas próprias crenças e valores, sem se dar conta do que suas atitudes estão causando hostilidade, competição, improdutividade, cobranças e exigências aos que estão ao seu redor.
A inteligência emocional, que é a capacidade de se autoconhecer e lidar bem com os outros, seja nos relacionamentos familiares, como também nos sociais ou profissionais, também é um desafio nos dias de hoje. O conceito caracteriza-se ainda como a maneira de cada um lidar com suas emoções e com as emoções dos que estão ao redor.
Conselhos para os líderes da nossa geração. Saiba enxergar: liderança tem muito a ver com a observação precisa das condições e circunstâncias. Tenha inspiração: um dia que a pessoa não se sinta inspirada é um dia que não foi bem vivido. Outra sugestão é jamais negligenciar sua família. A grande alegria da vida é poder cultivar bons relacionamentos com amigos e familiares. E, por último, todos os dias, faça alguma coisa que aprimore seu estilo de vida. Para ser um grande líder, seja antes uma grande pessoa. Fonte: Segs

Ação Positiva

"Ninguém pode fazer você se sentir inferior sem o seu consentimento" Eleanor Roosevelt

 

Certa Seguros

Av.Getulio Vargas 1403N Sala 201
Ed.Don Ricardo
Centro, Chapecó/SC
certa@certacorretoradeseguros.com.br
(49)3321-1100

 

Veja também

Mensageiro Seguro 100812/07/19 Há um entardecer chuvoso em todos nós Quantas vezes olhamos para além da janela e nos confrontamos com o tempo frio, chuvoso e com nuvens escuras que parecem esconder o sol e torcemos ansiosamente para que o tempo mude e a alegria surja como em um passe de mágica? Detestamos tudo o que nos tira da zona de conforto e nos lança frente ao universo do desconhecido. Somo seres......
Mensageiro Seguro 102004/10/19 Como priorizar a experiência do cliente na era digital Preço, qualidade e agilidade são apenas alguns dos pontos para atender às necessidades do novo consumidor. Oferecer serviços de qualidade e praticar preços......
Mensageiro Seguro 97201/11/18 Roubo de cargas causa prejuízo de R$ 2,5 bilhões no Brasil De acordo com números da NTC&Logística e do Setcesp (Sindicato das Empresas de Transportes de Carga em São Paulo), o roubo de cargas causou prejuízo......

Voltar para Blog